“2 campos de futebol por minuto ou o conquistador do inútil”; Performance sonora de Pontogor & Hospício para peregrinos

26.ago.19

2 campos de futebol por minuto foi a velocidade do desmatamento da Amazônia registrada em maio de 2019, numa fórmula matemática cujas cifras só tendem a subir. No dia 7 de Setembro de 2019, o áudio operístico de Fitzcarraldo, empreitada alucinada de Werner Harzog que contou com um barco de madeira em tamanho real empurrado montanha acima em plena selva, se encontra ás cegas com ruídos editados ao vivo, vitrolas amplificadas e projeções em larga escala de vídeos de baixa resolução do YoutTube, invocando os muitos curtos-circuitos de tempo, espaço e narrativa em que nos deparamos em tempos cataclísmicos.

“hospício para peregrinos é uma desorganização ventríloqua formada por diferentes cabeças que operam com relativa independência e não costumam permanecer muito tempo no mesmo lugar, ainda que costumem voltar de tempos em tempos a pontos particularmente magnéticos do globo terrestre. Não usamos telefone celular, nos apropriamos de vídeos e imagens alheios e procuramos levar os insetos mais a sério do que as mensagens acumuladas em nossas caixas de e-mail.”

Pontogor – Sua pesquisa tem foco em meios como: vídeo, fotografia, instalações, performance e música. Interessando-se pelo ruído e o desgaste nas imagens e sons, atento ao erro e ao acaso como ferramentas. Seu processo criativo se planifica desde o pensamento hermenêutico na procura de soluções sensoriais para plasmar problemáticas filosóficas sobre espaço e tempo. Além dos seus projetos individuais, Pontogor colabora com a Cia. UEINZZ de teatro.

Performance sonora de Pontogor & hospício para peregrinos, em diálogo com a exposição “Daniel Senise : Antes da Palavra”

07. Set | Sábado | 15h – Auditório Iberê

ENTRADA GRATUITA