“Música Homeopática com Trilha Visual Unidimensional”; performance sonora de Felipe Vaz

26.ago.19

Música Homeopática com Trilha Visual Unidimensional é uma exploração sobre os limites da percepção humana. Uma narrativa emerge gradualmente através de uma composição eletroacústica derivada de diferentes matizes de ruído branco, ao mesmo tempo em que é desconstruída a percepção espacial e de figura e fundo dos participantes. A experiência força um questionamento: o que de fato vemos e ouvimos, e o que é criado por nossa própria imaginação?

Felipe Vaz é um artista sonoro e pesquisador, e vive e trabalha atualmente em Berlim. Seus trabalhos se baseiam em processos temporais e conceituais sobre o som, a música e os limites de sua percepção. Seus trabalhos foram apresentados em mostras e espaços como a Casa Encendida (Madri), a Bienal da caixa de Novos Artistas, Kunsthaus KulE (berlim), Arts Santa Mònica (Barcelona), La Maudite (Paris), Verbo/Galeria Vermelho(São Paulo), Caixa Cultural (Rio de janeiro), Fonoteca nacional (Ciudad de México)e diversos programas de rádio. Recentemente ele encerrou um mestrado em estudos do som na Universität der Künste de Berlim.