Histórias Insubmissas – onde estão os negros?

01.ago.19

Onde estão os negros quando se olha para a história da arte brasileira e sua historiografia? Como se tem debatido a presença negra na noção de arte brasileira? Quais as intersecções entre essas presenças e as noções de raça como estruturadora da sociedade e das artes brasileiras?

Abrir brechas para pensar as narrativas que durante anos habitaram as notas de rodapé, os anexos, as beiras mas que continuavam sendo escritas por negros e negras, mulheres, e todos aqueles que se encontram nas fronteira Sul do mundo é o objetivo deste curso.

O professor doutor Igor Simões, a convite da Fundação Iberê, convoca aqueles que querem pensar uma historiografia para além das narrativas hegemônicas. A atividade, que expande o conceito de curso convencional, se trata de laboratórios de afetamento: para ler e debater em conjunto. Assim, a cada encontro o ministrante irá selecionar um texto, que os participantes terão acesso somente no dia.

As atividades de agosto acontecerão nas datas de 6 e 13, sempre às 15h na Fundação Iberê.

As inscrições são limitadas, somente 30 vagas! Garanta a sua!

SE INSCREVA AQUI!