Música

Sessões musicais ao pôr-do-sol, aos sábados e domingos, na área externa da Fundação Iberê Camargo. Apresentações de DJs, músicos e bandas de diferentes estilos musicais, que exploram um espaço de lazer e convivência, estimulando as redes de contatos entre artistas e variados públicos.

27.out-27.out.19
16:00-17:00
Música

Repertório nacional se destaca na programação, com entrada franca, que ocorre no dia 27 de outubro, domingo, às 16h

No próximo domingo (27), a Fundação Iberê recebe mais uma vez a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA) para o sétimo recital da Série Música de Câmara 2019. A apresentação, que ocorre às 16h, fica por conta do Recital Plural, grupo composto por José Milton Vieira (trombone), Paulo Bergmann (piano) e Douglas Gutjahr (pandeiro), músicos da OSPA e convidado que compartilham o interesse pela música e o prazer da convivência com a arte. O programa é formado por um repertório majoritariamente nacional, incluindo peças de compositores da OSPA.

Sobre o repertório
O programa inicia com “Sonatina”, obra que surgiu do convívio do compositor Rodrigo Lima (1976) com os trombonistas Lucas Borges, Alciomar Oliveira e Carlos Eduardo Mello, para quem a dedicou.

Marcada por forte colorido modal, tem como foco a escritura rítmica no primeiro e no último movimentos, na qual trombone e piano conversam, construindo e desconstruindo pulsos e sonoridades. Em seguida a peça de Diego Silveira (1975) “Serra de Tremitação” é executada. O grupo interpreta “Modinha de Infância” do autor Fernando Deddos (1983), que é definida como “uma obra simples no cantar (trombone) e torta ao caminhar (piano), assim como a infância”. O autor se inspira na sonoridade das tradicionais modinhas e músicas populares da passagem entre os séculos 19 e 20 com verniz contemporâneo. Na peça “Do Vento ao Toque”, do compositor Douglas Gutjahr (1983), trombone e pandeiro dialogam com melodias que remetem ao cancioneiro popular.

“Notes of Love”, composta por Nicola Ferro (1974) em 2009 para o trombonista norte-americano Joseph Alessi, evidencia a versatilidade sonora do trombone com sua grande beleza e seu virtuosismo lírico claramente explícito. O piano também é protagonista na obra, com encadeamentos harmônicos e linhas melódicas, fazendo complementação perfeita ao trombone. “Pedacinhos do Céu”, de Waldir Azevedo (1923-1980), composta na década de 1950, ajudou na projeção internacionaldo compositor. Encerrando a apresentação da tarde, “Zabumdone”, do compositor Moisés Santos (1962).

Serviço:
Recital da OSPA no Iberê Camargo – Série Música de Câmara
Quando: 27 de outubro | Domingo | 16h
Local: Auditório da Fundação Iberê Camargo (Avenida Padre Cacique, 2000)
ENTRADA FRANCA

04.ago-04.ago.19
15:00-17:00
Música

Ei ei, que som é esse? É  de kalimba, minha senhora!

Você conhece o instrumento musical kalimba? Não? Então inscreve os pequenos e vem pra Fundação Iberê! Kalimba é do tempo que as histórias eram contadas com os dedos e tinham som de gota d’água. Esse instrumento, vindo das longínquas terras de Zimbábue, possuem capacidades mágicas de encantar e contar histórias da sua terra, existindo através dos séculos!

A oficina Construindo Kalimbas é uma atividade infantil onde cada criança irá construir seu instrumento, utilizando objetos do cotidiano. 

 

Horário: 15h

Número de vagas: 15

Local: Átrio da Fundação Iberê

Público: infantil, de 6-9 anos

ATIVIDADE GRATUITA

SE INSCREVA AQUI!

26.maio-26.maio.19
16:00-17:30
Música

A Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) apresenta o segundo recital da Série Música de Câmara 2019 no dia 26 de maio, domingo, às 16h. A Fundação Iberê, será pela primeira vez palco da iniciativa. (mais…)

23.mar-23.mar.19
17:00-19:00
Música

Neste sábado, dia 23, apresentamos o Música no pôr do sol: projeto musical com DJs e apresentações ao vivo – começando sempre à tarde e se estendendo até o pôr do sol.

A convidada desta edição é Glau Barros, cantora que iniciou sua carreira noas anos 90 e, atualmente, se dedica ao samba, ritmo que tem muita intimidade, com inspirações em Carmem Miranda , Dona Ivone, Clara Nunes, Zilah Machado (Grande Sambista Gaúcha), entre outras.

Horário: 17h
Local: Fundação Iberê
Sem limite de número de vagas
Recomendado para todas as idades